domingo, 25 de janeiro de 2009

duas horas e meia

foi o tempo que demorei na viagem de portalegre a lisboa. vim de noite. vim de boleia. vim a ouvir metal.

eu pergunto-me: como conseguem aqueles senhores falar depois de gravarem aquelas músicas? ora se eu, após cantar umas 3 ou 4 músicas seguidas (tal e qual um rouxinol. vá... quase... ou não), fico com uma ligeira impressão na garganta, uma coisa que incomoda mesmo, como se estivesse a chocar alguma amigdalite, imagino como não ficarão aqueles senhores depois de grunhirem uns "#%%?§%@##" bem alto.
mas depois, lá no meio daquela gritaria, começam a cantar como pessoas normais. ao que eu pergunto: mas se até conseguem cantar, porque não o fazem sempre? é uma coisa que me ultrapassa, de facto.

não foi por isso, no entanto, que não fechei os olhinhos durante pelo menos uma meia hora. soube bem.

6 comentários:

Rosa disse...

Como eu te compreendo! Estou sempre a dizer isso: se sabem cantar, porque é que só grunhem? :D

Madame Butterfly disse...

De facto, gosto de quase todos os estilos musicais, mas metal é coisa que não consigo ouvir. Como é que aguentaste a viagem?:P

P. disse...

aguentei porque me encostei lá atrás e... puff! ainda dormi uns bons minutos!
e depois, no tempo em que estava acordada, a minha cabecinha divagava muito, e só quando não o fazia é que dava para prestar atenção à música/barulho que ia para ali
:)

hothotheart disse...

desculpa la mas és a minha heroina!
3 horas a levar com isso nao é facil.... e conseguires adormecer tambem nao ehehe

disse...

Não sei como conseguiste adormecer!
Bom, mas benvinda à capital! Que a viagem possa ser menos dolorosa de outras vezes :p

Alexandra disse...

Hehehe, depende do metal. Há metal muito bom que não mete gritaria ou, pelo menos, só tem umas amostrinhas.
Eu não gosto nada de gritos mas gosto muito de metal e consigo conciliar as duas coisas. É explorar bem as bandas que há ;)