sábado, 17 de janeiro de 2009

hoje é dia de...


dar explicações à prima de 14-quase-15-anos.
português, essa disciplina que é, no caso dela, o seu bicho de 7 cabeças. vamos estudar gil vicente, porque diz que o senhor escrevia coisas muito complicadas de perceber, para estas cabecinhas cheias de morangos com açúcar e tokio hotel, claro.

vou com todo o gosto ajudar a miúda. as várias razões para isso:
- é minha prima e gosto dela, e se a puder ajudar , muy bueno.
- teve negativa (!) e diz que não quer chumbar o ano.
- os pais andam em cima dela, porque o dever dela é estudar e passar de ano.
- se chumbar o ano morre no ciclo, por isso quer passar e ir para uma escola nova, onde possa conhecer outras pessoas, já que está mais farta das ex-amigas delas que eu sei lá.

esta miúda tem uma depressão. sim, uma depressão, aos 14-quase-15 anos de vida.
o psicólogo diz que ela não tem esta idade, que é bem mais velha do que aparece no seu BI.

os "amores" desenfreados dela pelas amigas e das amigas por ela, mas de todas umas pelas outras ao mesmo tempo, as cusquices, os boatos, as invenções das supostas amigas, os ciúmes dumas pelas outras, as cabecinhas ocas desta geração, estão a tornar a minha prima numa pré-adulta, sem necessidade nenhuma.
já lhe tentei dizer que estas coisas acontecem, que também eu tive várias melhores amigas [mas nunca, com 14, 15 anos, lhes disse que as amava, como elas agora passam o tempo a dizer "amo-te muito, meu amor", "amo-te BF (best friend)", etc, etc, como se elas soubessem alguma coisa da vida, como se nunca mais fossem conhecer ninguém, como se fossem ficar juntas para sempre]. já lhe tentei dizer que ela ainda vai conhecer muito mais gente, e gente muito mais interessante. e para não se preocupar, porque se elas foram más para ela, ainda há-de chegar o dia em que alguém vai fazer com que elas paguem as coisas más que lhe fizeram, porque tudo se paga.

isto não é idade para se ter estas preocupações. é idade para relaxar, para gozar enquanto se pode, porque as responsabilidades ainda não apertam, para se começar a ter os primeiros namorados, para se dizer segredos às amigas e passar noites na maior galhofa, a rir de parvoíces.

isto não é idade para se começar a ter uma depressão.

2 comentários:

Madeline disse...

Ela que faça amigos com meninos! MeninOS! Eu sempre disse que as amigas meninas só são de confiança depois dos 20 anos.. e mesmo assim, upa upa. :P

P. disse...

ela até tem alguns, mas nestas idades, os miúdos são um bocado parvos, e ela não tem muita paciência lol