sábado, 19 de março de 2011

não gosto de me sentir tremendamente perdida, como me tenho sentido nos últimos dias. esta sensação de não saber o que se anda a fazer, de não se saber o que esperar, de não perceber as outras pessoas, tira-me anos de vida.

1 comentário:

Anónimo disse...

pois