sábado, 7 de maio de 2011

o cúmulo da podridão, é passar um dia inteirinho deitada no sofá, a descansar, a dormir, para se chegar ao fim do dia com alguma energia, e vermos o fim do dia a chegar sem a mínima vontade de levantar o rabo do sítio onde estamos. nem para ir buscar um copo de água à cozinha.
socorro!

1 comentário:

Daniela Pereira disse...

odeio dias assim sinceramente.