sexta-feira, 18 de maio de 2012

não gosto muito de me sentir burra.
não me considero um suprasumo no que diz respeito a nada, mas gosto de pensar que percebo do que falo e, sobretudo, que sei o que estou a fazer.
neste novo trabalho onde estou, há pequenas coisas que ainda me escapam, coisas burocráticas, com as quas nunca tinha tido contacto, e o facto de ter de perguntar como se processam, de ter de pedir ajuda, faz-me sentir.. enfim.
mas acredito que mais um mês disto (nos entretantos já estou aqui há um mês yaaay!) e já não vou precisar de perguntar grande coisa a ninguém.
é ir fazendo.

1 comentário:

Madeline disse...

Não tens de te sentir burra por coisas que não sabes. Quem não sabe, pergunta. Terias de te sentir burra se teimasses em fazer de conta que sabias, só para parecer bem. Não seja exigente e aborrecida, sim? :P