segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

e agora?

passei muitos anos da minha vida presa a uma ideia, e a pensar que ia seguir com essa ideia avante. durante esses anos, por mais que tentasse seguir em frente, por mais que achasse piada a uma ou outra pessoa, por mais que tivesse tentado ter uma relação com outras pessoas (umas mais a sério do que outras), acabei sempre por voltar atrás, e sempre por voltar ao mesmo, às mesmas ideias.
ao fim de 8 anos de não-relação, decidi por um bocadinho mais o passado para trás das costas.. e dar oportunidade a mim mesma.
o que acontece é o seguinte:

mesmo que ache piada a alguém, e mesmo que esse alguém me ache piada a mim também, o que é que faço?
eu não sei ter uma relação com ninguém, depois de tanto tempo. o que fazer? como agir? dou beijos na boca assim do nada, à frente das pessoas? mando mensagens ou ligo a combinar coisas? ou.. se mandar, a pessoa não vai achar que estou a abusar e que sou chata?

ok.. se alguém tiver algum livro de instruções de como ter uma relação com alguém para dummies, faça o obséquio de o mandar vir para estes lados, pretty please.

6 comentários:

Alexandra disse...

Tendo em conta que cheguei aos 20 se ter tido nenhum namoro e que o que tive depois dos 20 durou um mês e meio apenas porque eu consegui estragar tudo nesse espaço de tempo, o que me deixou de coração partido since then, não te posso aconselhar.
Quando arranjares o manual, por favor, empresta.

***

M. disse...

Não existem livros de instruções mas se calhar a outra pessoa pode dar-te umas luzes. Já a consultaste? :P

Madeline disse...

Eu estou com a M.! :)

Aliás, estou em crer que já te tinha tido o mesmo.. :P

Maga P. disse...

O livro de instruções está dentro de nós. Vai se criando à medida que se vive. Se assim não fosse, achas que íamos conseguir "guiar" as nossas relações com o livro de instruções de outras pessoas?

isa disse...

És REdicula! Mas de uma maneira boa! Tou a adorar ver a Miss-I-know-everything-about-everything-so-you-do-this-you-do-that sem saber como agir e sem fazer nadinha de nada! E é lindo! E eu adoro! E apesar de dizeres que não, o sorriso parvo na cara e os olhos brilhantes que enervam qualquer pessoa (principalmente as que como eu odeiam pessoas felizes e veêm-se obrigadas a abrir excepções pró teu caso) denunciam que estás feliz...Ok, mesmo que 1 vez por minuto e de 4 em 4horas é o melhor medicamente que já vi nos últimos tempos!
Pára de pensar demasiado...podia ser Paris! Keep that in mind! Luv u <3
P.S. - Sinto-me ligeiramente em risco de ser trocada, still i luv ya!

Maria Papoila disse...

é deixar andar. as coisas naturais sao as minhores. diz que sim, que eu tb ja nem me lembro :P

Beijinhos ;)